Presente inesperado


Nem sempre me lembro, mas tento todo dia agradecer por três coisas boas da minha vida. Hoje estava imersa no tédio de estar confinada em casa, aguardando a possível próxima chuva... E num breve momento sem leitura, após terminar na mesma semana "A Montanha e o Rio" e "A vingança da mulher da meia-idade".
Então, no meio de uma tarde meio cinzenta, recebo inesperadamente o livro "Tia Julia e o escrevinhador" por parte de meu querido Mário Mattos.
Imediatamente escrevi um e-mail agradecendo o presente e também perguntando o motivo desta gentileza. Tomo a liberdade de transcrever a resposta:
"O livro é um pequeno agradecimento por tantos anos de trabalho, mais próximos ou mais distantes e diversos almoços de fim de ano.

E um incentivo a pensar fora do mkt, dos negócios, até para olhar novamente para estes temas com outros olhos. Pura literatura.

É um dos livros mais gostosos que já li, apesar de não agradar todos os gostos. Arrisquei. Espero que vc tb goste e se envolva com os personagens na medida que a história avança e a a trama vai se tornando mais fluida...."

Hoje, sou grata pelo meu amigo Mário Mattos, por sua delicadeza e pelos presentes cujo motivo é tão simplesmente a amizade e o desejo de compartilhar uma leitura inesquecível.

Obrigada, Mário!!

Marcadores: ,