Banderinhas

Sou uma apaixonada por festa juninas, vocês sabem...  Após o fracasso da festa do Jockey, resolvi experimentar uma overdose neste último sábado: manhã na festinha do Coração Eucarístico (escola do Léo) e tarde  no Arraiá Tricolor, do famoso clube das Laranjeiras.

Léo e Olivia foram no melhor estilo caipira-fashion, cortesia de minha sogra e sua costureira criativa.  Aguardem fotos, aguardem fotos!

Os dois eventos foram deliciosos.  Ver meu filhote dançar pela primeira vez não tem preço! E ele leva jeito, decorou bem a coreografia e ainda marcava o ritmo na maior ginga.  Ao som de "Meteoro", ele arrasou no charme e coordenação! Eu chorei para valer, bem ao meu estilo... Temos que viabilizar a transferência filmadora jurássica para o computador, mas fica como teaser...

A festa do Flu foi bem mais barulhenta, mas o forró ao vivo, um espetáculo. O problema foi convencer Olivia a dar uma sonequinha para podermos praticar nossos passinhos da época de dança de salão. Além de ser uma festeira de marca maior, de não sair do salão... É ciumenta. Ô... Basta Lucrécio me tirar para dançar e lá vem ela, para transformar o par em ciranda. Mas valeu vê-la animadíssima e feliz. Léo curtiu mais a companhia do primo Alê, mas gostou também.

Eu adoro comida de barraquinhas. Fartei-me! Milho cozido, batatada, salsichão! E amo pescaria também. Achei interessante o novo sistema: brinquedos para meninas e para meninos. Talvez polêmico para os fãs da igualdade de sexos, mas sem dúvida prático. O Fluminense foi ainda mais pragmático. Você pescava o brinde em si, embalado em pacotinhos pardos. Elimina a fila interminável de escolhas, você gritando para a moça da pescaria e o filho indeciso...

Em suma, mesmo exaustiva (uma maratona de 11 horas, quase initerruptas), valeu Santo Antônio... E tem mais na semana que vem. Aguardem!

Crédito Foto: Leticia Lessa no http://ini.topotesia.net/node/15

Marcadores: ,