Maternidade + Simples por Érica

A vida fica mais simples quando nos curvamos humildemente diante de sua complexidade. Simples não quer dizer simplista, simplória. Complexo não é sinônimo de complicada. Uma vida em família mais simples é uma vida com a visão, a percepção e a prática de elementos essenciais dentro da complexidade da vida em família.
Então vejamos alguns dos fios que tecem esta rede:
Uma nova vida que chega e nos transforma em pai e mãe. Uau! Que profunda e estratosférica transformação! Parece simples: 1+1 =... Bem, um mais um é igual a três, quatro, cinco!
Saiba que você vai se descobrir mais diferente que nunca do teu parceiro. Mãe e pai do mesmo filho vêm de famílias diferentes. É um grande trabalho construir uma família inédita! E uma família que atravessa diversos estágios do ciclo vital é, a cada etapa, inédita. Pela primeira vez somos pais de bebês, pela primeira vez somos pais de crianças, pela primeira vez pais de adolescentes e mais tarde de adultos. E então pela primeira vez seremos velhos...
A cada fase redescobriremos como fomos educados e tomaremos para nós a tarefa nada simples de escolher o melhor e renovar o que nos marcou negativamente. Lembre-se o ótimo é inimigo do bom! E uma boa mãe é uma mãe suficientemente boa e vice versa! O mesmo para pais.
Ser suficientemente bom é estar presente e olhar curiosamente para os filhos. É reconhecer neles suas possibilidades e perceber seus limites. Apoiá-los nas buscas, testemunhar seus esforços e curtir suas conquistas. E assim devemos ser para nós mesmos como pais, como humanos em crescimento.
Não é porque usamos internet, smartphones, ipods e e-books que somos mais inteligentes que nossos ancestrais que nos trouxeram até aqui. Confie na força da natureza humana atuando em você e engaje-se no seu próprio crescimento e amadurecimento. Ajude seu filho a confiar em si e engajar-se em seu crescimento e cuidado de si.
A vida com água encanada, internet e fralda descartável pode ser mais fácil e nem por isso é menos complicada.
Ficamos fascinados com tecnologias, DVDs, CDs, imagens, sons brinquedos, gadgets, ferramentas e adventos do universo de cuidados e diversão para crianças e esquecemos o profundo desejo de fazer mais fácil e a imensa criatividade que os inventou.
Esta é a habilidade humana atrás de qualquer objeto: criar algo para lhe facilitar a vida. É desejo de satisfazer os seus desejos, de acalentar sua preguiça, de se liberar o tempo livre e de estar em contato mesmo a distância que vai continuar inventando mil e um objetos que não precisamos para fazer nossos filhos mais espertos, inteligentes, criativos e felizes.
Repito de outra forma. Use o que é da nossa natureza: desejo, afeto, liberdade, presença, tempo livre, vontade de estar ligado e curiosidade para criar com seu filho uma vida de verdade.
Comprometa-se a viver uma vida de verdade: simples e complexa!

Para o blog vivermaissimples.blogspot.com dia 8 de junho de 2010

Com amor de mãe, mulher e comadre

Erica Cavour

Marcadores: , ,