Home Office, Sweet Home Office

O maior desafio de ter empresa em casa é fazer o tal do Home Office funcionar. Já progredi, criando com Lucrécio um espaço simpático onde ficamos frente a frente durante a noite. Falta conseguir me isolar do resto da casa na hora do batente.
O padrão errático do meu trabalho, aliado ao padrão previsível de meus filhos (manhê, manhê, MANHÊ!!!) tem sido o maior desafio. Mas a disciplina de sentar e fazer a parte mais trabalhosa, demorada, tem que vir.
Tenho muitas atividades de mãe, dona de casa e blogueira. Agora é conciliar tudo,
 melhorar a alocação das atividades para deixar períodos mais longos em aberto, onde o  pensamento possa fluir sem pressa.
Estou organizando a agenda, incrementando o uso de ferramentas, isolando o e-mail spam do e-mail pessoal do e-mail Nutshell.  Trazendo o telefone fixo para o escritório. Comprando os "gadgets" necessários para  trabalho (já tenho o gravador de voz, falta o software de transcrição...). E por aí vai.
Também tenho tentado usar os espaços entre atividades. O celular ajuda, mas quando tiver o futuro aparelho vai melhorar: preciso trazer o e-mail para o celular. Convergência é tudo!
E , claro, aceitam-se sugestões!

Marcadores: , , ,