Corrente do bem

Esta semana aconteceram importantes marcos da jornada Viver Mais Simples: 1) recebemos a última parcela da venda do apartamento de São Paulo. 2) Fiz a primeira apresentação da Nutshell Estratégia (de muitas e muitas) 3) Decidi que a cor base da identidade visual será o vermelho da energia e da paixão que eu tenho pela vida e pela missão de ajudar visionários a frutificar sendo felizes.
O post de hoje conta a história da venda do apartamento, um clássico de como o bem multiplica o bem :

Para começar, decidimos não contratar uma corretora e sim nosso fiel zelador, Seu Renato. Foi um ganha-ganha geral: nós, pagamos muito menos e tivemos um vendedor que conhecia nossa história e tudo que foi feito pelo apartamento, em detalhes. Seu Renato ganhou um extra bacana. Maria Inês e Joaquim, os novos proprietários, tiveram atenção especial e informações importantes.
Para ver a força deste processo, achamos os compradores em apenas três semanas.  A espiral de boa vontade começou quando tiramos a placa de vende-se no momento em que recebemos a proposta, ao invés de duvidarmos da idoneidade de nossos futuros parceiros. Continuou por uma troca de colaborações, onde eles tocaram toda a papelada para nós. Em seguida, troca de telefonemas para ir acertando o final do negócio na medida do possível para todos, com direito a presente de agradecimento e boa sorte dos novos residentes da Rua Lisboa, 151. Mas o que mais me emocionou foi a declaração de Maria Inês, contando que aplicou esta mesma flexibilidade e generosidade ao vender seu próprio apartamento, perpetuando o ciclo da confiança no outro e da boa vontade.   Obrigada, Maria Inês e Joaquim, reitero meus votos de que sejam tão felizes aí, como fomos durante os sete anos de São Paulo!

Marcadores: , ,