Tire férias!

A nova vida permite certas espontaneidades. A de hoje foi um café inesperado no meio da tarde que me tirou da rota habitual... Para colocar-me face a face com meu velho amigo de faculdade, Paulo Mussoi.
Paulo é meu vizinho há algum tempo, faz fisioterapia no mesmo prédio da Atlas, super-frequentado por mim. E ainda trabalha na mesma empresa do meu marido.
Mas tínhamos que nos encontrar hoje, e não em outro dia...
Paulo, assim como eu, está buscando seu espaço do viver mais simples. Por isso, no final deste mês sai da "firma" para ganhar espaço desenvolvendo seus vários talentos multimídia.
Nossa breve, mas deliciosa conversa,  relembrou-me os tempos guerreiros do começo. O cansaço residual de tantos anos de trabalho árduo e brigas corporativas... O receio de estar sendo muito ousado... E a dificuldade de traçar uma firme fronteira entre o ontem, onde éramos infelizes e o hoje, onde somos donos de todas as possibilidades.
Paulo cogita tirar férias, para reforçar o hiato necessário entre duas vidas tão diversas.  Mas ainda se debate entre os muitos compromissos já assumidos, fruto do reconhecimento de seu trabalho e suas qualidades...
Eu digo: TIRE FÉRIAS, PAULO! Todos podem esperar por você. Mas você mal pode esperar pelas muitas delícias de uma vida mais simples e de acordo com seu coração. Tire férias. Você merece.
E vocês, não está hora de dar uma parada para respirar?

Marcadores: , , ,