Amar se aprende amando

Meu despertar para esta caminhada começou por amor.
O amor por mim mesma, inconformada com meu corpo de cem quilos, meu cansaço 24h e meu mau humor.
O amor pela minha família, privada do meu melhor. O amor pelo meu trabalho e meus colegas, penalizados pela minha infelicidade. E o amor pela vida, duramente recordado com a perda de minha avó e de um amigo jovem.
Tanto amor me deu coragem para dar o passo grande. Afinal, coragem vem de "agir com o coração", o que não seria em si uma forma de amor?

Com tanto amor na minha vida, fiquei muito feliz com a iniciativa de minha amiga Joana Madia de criar o Instituto do Amor.  Através dele, ela espera "alimentar aquela chama que existe aí dentro de seu coração, a chama do "eu"".
 O Instituto do Amor já começa com lindos textos para abraçarmos a generosidade conosco e a aceitação de nossas necessidades. Em particular, adorei o seguinte trecho de hoje:
"O amor é algo que estará abrigado mesmo naqueles que se encontram em total desengano com as suas atitudes, no seu discurso errático, nas suas crenças ou na falta delas. O amor não faz qualquer discriminação, isto o torna ilimitado e abrangente, a consonância da reverberação do sentir amor é prodigiosa, um verdadeiro milagre. E, milagres não possuem ordem de importância, todos são importantes. Não existem maiores ou menores."
Na minha interpretação, é um convite para nos amarmos dentro de nossas possibilidades, passo a passo, num crescente respeito por este fogo que arde em cada peito.
Eu amo vocês. Amem-se muito! E amem o Rio também, tão precisado de nós agora.

Crédito Foto: S.O.S Gospel

Marcadores: , , , ,