Ponte Aérea

http://showdeavioes.blogspot.com/


 Não escondo de ninguém que no meu coração cabe Rio e São Paulo, lado a lado. Hoje o assunto é como esta convivência alarga meu coração e meus horizontes. E como eu quero retribuir tamanho amor.


fotocolagem.blogspot.com

Em São Paulo aprendi um novo patamar de profissionalismo: pontualidade, presença, serviço cuidadoso, uma certa cerimônia que estabelece limites mais claros entre o que eu posso e o que você pode. E um tipo de amizade, mais sério, austero e profundo. Uma amizade devota.
No Rio estou reaprendendo o jogo de cintura, o amor ao inesperado, o improviso.  E também a crítica aguda, o olhar engajado sobre o entorno. Um tipo de amizade brejeira, arrebatadora. Amizade apaixonada.
Claro, claro, há de um no outro, de outro no um, se você me entende. Mas são predominâncias, vamos chamar assim.
E no meio caminho, tentando empreender e ao mesmo tempo tirar a corporação de dentro de mim, tive uma ideia. Por que não juntar os dois "inimigos" numa mesma direção? Por que não trazer para o Rio um pouco da disciplina e respeito paulistas enquanto partilhamos um pouco da flexibilidade e resiliência cariocas? E se juntássemos São Sebastião e São Paulo de braços dados numa grande parceria?
Estou gestando este casamento. Você me ajuda?

Marcadores: , ,