Incêndio dentro do peito

http://hankarralynda.blogspot.com/
Eu acredito que cada um tem uma chama dentro de si.  Uma chama indestrutível, invencível.  Alimentada pelas nossas raízes mais fundas e nossos desejos mais puros. Chama que pode ser esquecida, mas jamais deixará de existir.
O que te move? O que te interessa? O que você ama fazer? O que você faria repetidamente, dia após dia, com paixão redobrada?
Este é o convite de hoje. Entrar em contato com este fogo interior. Alimentá-lo para reinventar a própria história.
Neste sentido, estou gostando muito de minha atual leitura: The Art of Non-Conformity.

Mais um relato de que é viável sustentar-se com o que gostamos.  Porque reside em nós a possibilidade de transformarmos nossa vida para uma existência realmente extraordinária.
Não estou propondo mudanças radicais, pois sei que há limites importantes para cada um. Os limites do que é possível carregar, as responsabilidades, a necessidade de pagar contas.
Mas dentro destes limites, há muitas possibilidades. E se hoje estamos menos felizes do que podemos ser, ninguém fará isto mudar. Só nós podemos escrever e reescrever nossa história.
Para encerrar, deixo com vocês um texto que li  no blog Bloom sobre sermos os nossos próprios heróis. O herói possível que está dentro de nós.

Marcadores: , ,