Nunca é tarde

http://pontodoconto.blogspot.com/2010/09/caminhante-nao-ha-caminho-faz-se-o.html
Na jornada por entender como construir meu novo trabalho, há dias mais difíceis.  Medo, medo, medo de nunca encontrar meu nicho no mundo.  Vontade de fazer e trabalhar ameaçada pelo temor do fracasso, pela aflição.
Mesmo assim seguimos, por que o melhor caminho é para frente.

Nesta veloz montanha russa da nova vida, hoje foi um destes dias cheios de emoção. Dar por encerrado um sonho cultivado intensamente por quatro meses. Sentir alívio por ter percebido a tempo que seria um sonho com potencial de pesadelo. Sentir gratidão por ter aprendido durante a jornada, por ter recebido tanto amor e encorajamento durante o processo. Por saber ouvir críticas duras mas  pertinentes. Sensatez nova.
Ai... Mas o medo, medo, medo...
Até ir ao CCBB e me reencontrar com Cora Coralina. Mestra das palavras, encontrou seu lugar como poetisa com setenta e muitos anos...
"Tudo que criei, imaginei e defendi

nunca foi feito.
E eu dizia como ouvia
a moda de consolo:
Nasci antes do tempo.
Alguém me retrucou.
Você nasceria sempre
antes do seu tempo.
Não entendi e disse Amém."
Disse-me o incrível Daniel Pereira, da Luz Consultoria:  "Não falta muito, mas também não falta pouco.  Tenha paciência e seja persistente, sem pressa."

Nunca é tarde. O importante é caminhar com sentido, que no caminho colhemos os frutos que dão sabor á jornada. E eu chegarei lá, lá não sei onde. Ainda.

Marcadores: , , , ,