Tecnologia a favor da simplicidade

Não é segredo que a tecnologia tem sido fundamental no  meu Viver Mais Simples...
Começando por ferramentas de gestão do tempo, passando pelo blog e continuando pelas redes sociais e e-mail marketing como apoio aos meus negócios.
http://getipadwallpaper.com
E por estar tão dentro deste novo mundo,  tenho refletido muito sobre as várias formas de viver o progresso tecnólogico e seus  impactos (bons e maus) na vida cotidiana.
Por um lado, tenho o prazer e a sorte de conviver com diversos apaixonados por tecnologia (valeu Bernardo, Lucrécio, Gustavo, Cadú, Natália...). Meus amados geeks me ensinaram vários atalhos para facilitar meu cotidiano e também para baratear meus voos empreendedores, em tempos de começo. As principais vantagens, ao meu ver, têm sido as seguintes:

Tudo em um só lugar e de  uma só vez
A tal da convergência pode ser uma beleza. Eu vivia perdendo compromissos, mas agora "anoto" no celular ou no computador e está tudo lá.  Administro e-mails do celular ou do computador, dentro do metrô ou do táxi...
Ainda não domino a "nuvem",  mas começo a engatinhar no Google Docs...

Organizar, organizar:
Além da ajuda de blogs como o unclutterer.com, faço minha  lista de todas as tarefas da vida em Word (ok, um dia aprendo de uma vez a usar o Evernote); coloro meus calendário de acordo com o tema da matriz do Sonho-Vontade (Presença, Realização, Amor, Antídoto e Tarefa) e por aí vai.

Ficar perto de quem está longe
A tecnologia fez minha partida de São Paulo ser muito mais suportável. Pelo menos tenho notícias constantes dos muitos amigos, soube quando a Lara, a Juliana, a Nina nasceram...
Através de e-mails, organizo minha agenda quando vou para lá. E ainda posso resgatar amizades de Londres e outros carnavais.

Universidade virtual
Incorporei  novas fontes de aprendizado na minha vida, incluindo finanças domésticas, aprendizado de línguas, produtividade, protagonismo e felicidade.
Melhoro este sítio basicamente através da internet: olhando outros blogs ou buscando tutoriais.
Busco referências para meus textos, meu trabalho e minha programação social, uso a curadoria dos amigos para selecionar as notícias e informações mais relevantes (assim posso continuar com meu hábito de não ler jornal...).

Ser breve
Busco usar a regra do e-mail de 5 linhas aprendida com Leo Babauta. Também uso torpedos para assuntos mais rápidos, evitando interromper meu marido no trabalho ou avisando a todos os pais e irmãos que cheguei no destino de minha viagem (ou voltei). No final, consigo controlar o tempo em algumas atividades.

Ao alcance do bolso
No meu atual momento "lean startup" e na busca por enxugar custos, consegui ampliar meu alcance através de e-mail e facebook, sem custos muito elevados.  Consigo preparar materiais básicos de divulgação. Consigo manter três blogs sem sacríficio financeiro.
Claro que depois será preciso um site mais sofisticado, mas preciso conquistar isto, quando meus negócios produzirem a renda necessária para patrociná-lo.

Dar uma força para quem merece
Há muitas pessoas que admiro na vida privada e pública. Há várias causas que me interessam. Há muito conhecimento de valor por aí. Através de e-mails e redes sociais, consigo apoiar a Roda de Mães, o Bees Office, o Instituto do Amor, a Rede Ubuntu, a Luz Consultoria e o Projeto Insistimento, entre outros.
Descubro  histórias lindas como a dos velhinhos japoneses ou da empresa que patrocinou o aniversário de 25 anos de um casal de cegos. Sem contar a música que está na minha cabeça esta semana toda.

Mas serão tudo flores? A tecnologia tem efeitos colaterais e também um custo. E como tudo na vida, seu uso extremo pode anular seus benefícios.
Por isso eu escrevi um outro texto, contando todos os percalços que enfrento por causa da tecnologia (ou do mau uso dela, sejamos protagonistas...).
Esta conversa continua na segunda-feira...

Marcadores: , , ,