7 Lições de Chico Buarque para Viver Mais Simples

Após do sucesso de Michel Teló, resolvi buscar nas raízes da MPB um pouco mais de Viver Mais Simples...
Trago os olhos verdes (azuis?) mais famosos da  música brasileira para ajudar com a reflexão de hoje...
radiocidadania.com.br

1) Honrar seus pais, através de um caminho próprio
Chico Buarque vem de nobre linhagem:  seu pai, "o explicador do Brasil",   ícone da História e Sociologia do Brasil. Seu  tio, sinônimo de dicionário.
Este amor pelas palavras, esta consciência do entorno. Tudo parecer ser natural nesta família, mas Chico levou do seu jeito, com música, poesia, teatro e literatura.
Nunca renegou suas raízes, certamente as suplantou.
Hoje é o Buarque de Hollanda mais famoso da família (embora esta continue frutificando através das novas gerações...)
O Viver Mais Simples é construído sobre raízes fundas, mas estas raízes não são amarras, são lastros para voos maiores.

2) Olhar com os olhos dos outros
Nenhum homem retrata o sentimento feminino com mais delicadeza e generosidade.
Ao invés de atrair-se pela facilidade de desdenhar o outro lado, Chico tem um olhar poético e interessado pelo mundo das mulheres, imortalizado em "Mil Perdões", "Olhos nos Olhos", "Com açúcar, com afeto" e "Gota d'água", só para citar alguns...
Tentar impor seu próprio olhar sobre o mundo é um atalho tentador.
Já olhar o mundo do outro de forma profunda e interessada... Há um servir e uma empatia nisso, que tem tudo a ver com viver  mais simples.

3) Servir seu povo, servir seu  país
Chico foi uma das vozes mais inteligentes na crítica á ditadura brasileira, o que acabou rendendo seu exílio.
Sua sutil ironia produziu pérolas como "Meu Caro Amigo" e "Apesar de Você".
Reza a lenda que um representante do "sistema" perguntou sobre o que era esta última, ao que ele respondeu: "Sobre uma mulher".  "Mulher  ruim, esta!", respondeu o interlocutor.
A mulher era Emílio Médici...

4) Saber mudar
Depois de todo uma jornada dedicando-se á música, com incursões ao teatro (Calabar, Roda Viva... Só para citar alguns), Chico se reinventa e inicia uma carreira como romancista, estreiando com Estorvo.
Sei por experiência própria que é preciso muita coragem para mudar de rumo depois que tivemos sucesso. E meu sucesso nem de longe se compara ao de Chico Buarque...

5) Respeitar suas paixões
Além das muitas artes que pratica, Chico é apaixonado por futebol, a ponto de ter seu próprio time, o Politheama (além de torcer pelo Fluminense).
Ter paixões é um poderoso combustível para a criatividade, o equilíbrio e ter  boas histórias para contar... Encontrar e compartilhar paixões é um poderoso antídoto para as durezas da vida.


6) Ninguém é unanimidade
Mesmo Chico não agrada todos... Tenho amigos que foram três vezes ao seu  último show... Tenho outros que consideram uma perda de tempo e dinheiro, já que Chico é  relativamente tímido em sua presença de palco, especialmente se comparado com os mais espevitados Gilberto Gil e Caetano Veloso...
Não é possível nem saudável agradar a todos.  Melhor ser verdadeiro consigo mesmo e buscar servir com boa intenção, mas sem concessões ao que é essencialmente seu.

7) Superar suas limitações, com seus talentos
Para finalizar, Chico tem uma voz educada, mas certamente não se destaca por grande extensão vocal. Isto não o impediu de ser um cantor consagrado, nem o atrapalhou em sua carreira variada e até hoje em construção.
Talvez alguém tenha questionado suas possibilidades, no início do caminho.
Afinal, sempre haverão  os que duvidarão da capacidade de resiliência e reinvenção de alguém.
Mesmo assim, vale a pena perseverar na construção de um caminho próprio. Nunca se sabe...

E vocês, Teló ou Chico, como usar exemplos de sucesso para construir nossa própria estrada, passo a passo?

Para finalizar, uma de minhas músicas favoritas...


Marcadores: , , , ,