Simplesmente livre

Hoje sinto-me simplesmente livre.
O título podia ser "Sem lenço e sem documento", mas seria insuficiente para expressar esta emocionante amplitude de possibilidades somada a uma aguda vulnerabilidade.

Moonlit Ride by SaintMaria666
Hoje encerrei um contrato que me fez sofrer muito no último ano: demiti uma pessoa não fazia mais sentido na minha vida e libertei nós duas.
Este mês também cheguei no "breakeven" da Nutshell. Em português, isto quer dizer que o que ganhei igualou (e superou um pouquinho) o que investi até agora.  Mesmo com alguns erros exuberantes...

Tudo tem um preço e o meu preço é estar com a conta virtualmente zerada.
Virtualmente porque sigo com uma reserva dos tempos executivos, mas evito ao máximo recorrer a ela.
Recorri até às reservas do meu filho, para segurar o fluxo de caixa...
Mas estou feliz, serena e confiante.  Há pagamentos importantes por vir e já, já quito a dívida com o filhote.

Este "zerar" tem muito significado para mim.
Eu não recomecei minha jornada profissional do nada, já que acredito que tudo me serve.  Por acreditar nisso, sou muito grata por meu caminhar até agora: a vida executiva, os erros e acertos da estrada.
Mas de alguma forma, agora é como um novo tempo, sem alguns pesos importantes.
Agora a conta é do que entra e sai a partir de hoje.

Minha vida doméstica inicia uma inédita liberdade onde,  pela primeira vez em mais de dez anos,  não tenho empregada doméstica de carteira assinada. Assumi um estilo "europeu" e estou tentando viver só com minha diarista eventual. É trabalhoso, mas até agora está compensando.

Sinto-me leve.  A tentação é de palavras como triunfante, exultante, etc.
Mas não é  nada disso.
É uma felicidade de bom tamanho, uma gratidão mesmo por ter chegado até este momento onde simplesmente não devo nada.

Sinto-me liberta de um peso massacrante.
Minha conta bancária enxuta me relembra humildemente do tanto tenho que trilhar.  Mas caminho sem levar pesos nos meus pés.
O que eu criar, virá limpo, puro, sem máculas, para minhas mãos.

Mês de maio, mês de libertação.

Sinto-me inundada por novos caminhos.  De alma leve e com muita vontade de continuar.


Marcadores: , , , , , , , , , , ,