De dentro para fora

Ando descobrindo um novo continente.
Um lugar cheio de possibilidades e alguns peixes podres precisando de descarte.
Um espaço imenso, muito maior do que eu poderia imaginar.
Onde está o mapa de mim mesma. Onde coisas acontecem que eu não sei dizer ou escrever sobre, só sei sentir e saber que elas são reais.
O meu dentro.
Passo tanto tempo conversando, interagindo, preocupando-me com o outro,  navegando no fora... É fácil esquecer do meu dentro.
Quando vejo, estou ferida, cansada, em carne viva. Vísceras expostas como uma estrela do mar faminta.
É lento e árduo aprender a cuidar do meu dentro.
Trabalho constante, auxiliada por minha terapeuta Carmem Lemos e a Psicologia Formativa de Stanley Keleman.
Vigília incessante, amparada por quem me ama.
Mas dentro, é como um mundo das fadas.  Cheio de sussuros, pequenas surpresas e lindos sentimentos.
Dentro é seguro, quente e meu.
Difícil ficar dentro, por que o fora me chama o tempo todo.
Diligente, aprendo a estar dentro e fora, numa dança orgânica que me nutre.
Estar comigo é onde realmente vivo mais simples.
Renovada, saio para passear no fora com meus amigos.



Marcadores: , , ,