World Domination Summit in a Nutshell

Dois dias mágicos em Portland, Oregon. Dois dias na companhia de sonhadores, realizadores, inspiradores.
Irmãos na busca por uma vida com mais sentido.
Desde então, venho me cobrando: tenho que escrever, há tanto para contar...
Mas tudo pode ser dito em menos, aprendi com Leonardo Boff.
O impacto desta experiência é tão profundo e largo, que a única maneira é ser simples.
Brinquei com amigos : "Às vezes, sinto-me uma marciana, perdida na Terra".  Pois bem, o WDS é meu Marte...
Imagem: Armosa Studios

Então vamos:

O World Domination Summit é um grande encontro.  Orquestrado por dez amigos e oitenta voluntários, liderados pelo incrível Chris Guillebeau.
Um evento grande, 900 pessoas, mas é como estar em casa.
Conheci pessoas novas: Oscia, Varun, Craig, Leila e Max, só para citar alguns.
Vi de perto pessoas que admiro muito: Jonathan Fields, Pam Slim, Brené Brown, o próprio Chris.
Conheci novas pessoas para acompanhar: Chris Brogan, Audrey e Daniel, Joshua Becker, Scott Belski, Cal Newport...

Acima de tudo, renovei a fé no meu caminho. Tanto que já conquistei. Tanto que já aprendi. Tanto que já recebi.
Porque confesso que andava numa crise.  Preocupada com a colheita, frustrada com minhas próprias limitações.

Até que, conversando com outros caminhantes, vi o quanto sou abençoada e corajosa.
Muitos dos meus companheiros de aventura ainda estão em trabalhos que não gostam. Outros já mudaram, mas ainda não colheram os frutos da nova jornada.

Eu? Eu já estou há dois anos no Viver Mais Simples e construí bons e sólidos alicerces. Ainda falta, sempre faltará. Mas já tenho uma audiência, um corpo de trabalho. Já ajudei (e ajudo todos os dias) pessoas. Já descobri meus  super-poderes.

O WDS propõe uma pergunta: "Como viver uma vida significativa num mundo convencional?".
Minha vida tem sido épica.  Sucessos retumbantes, fracassos triunfais. E muito medo, que descobri ser o companheiro da coragem.
Imagem: Lucrécio Brasil

Neste encontro, um dia foi dedicado à inspiração e outro, ao agir. 
Saímos com uma missão: iniciar um projeto que faça a diferença para nós e o mundo.

Eu  estou gestando o meu, em breve compartilharei aqui...

Dois dias de palestras, painéis e workshops com gente que está transformando o mundo.

Algumas das pérolas colhidas pelo caminho:
"Vou ser quem eu sou, com meus valores e pagarei o preço" - Brené Brown 
"Sintonize coragem e serviço" - Susan Cain 
"Faça  perguntas perturbadoras" - Scott Belski 
"Encontro seu superpoder. Encontre o seu supertime. Jornadas solitárias nunca alcançam êxito." Chris Brogan 
"Nada que valha a pena neste mundo é uma decisão fácil de ser tomada": Daniel Noll e Audrey Scott 
"Não siga sua paixão": Cal Newport (se quiser o contexto mais completo veja AQUI) 
"Se você mudar a si mesmo, mudará o mundo": J.D. Roth

Para fechar, um convite!
Que sejamos mais brasileiros em 2013! Ponha seu nome na lista de espera já. 
Não perca tempo, nem deixe para depois.  Ano passado, 5.000 pessoas ficaram de fora.  E dos 900 participantes deste ano, 825 já compraram o ingresso para o ano que vem (eu incluída!).

Escolhi escrever sobre como senti o impacto do evento em mim.
Se quiser saber detalhes das palestras, quem falou o quê, etc, recomendo este blog aqui, que fez uma cobertura bem completa.

Vejo você em Portland, em 2013!

Your, in World Domination,

Leticia




Marcadores: , , ,