Um lugar para o sonho

Muitos me procuram para falar de seus sonhos.
Sonhos amados, queridos, gestados com carinho.
E tantas, tantas vezes adiados.
Seja por medo ou falta de apoio, estes sonhos pulsam aflitos no coração de alguém.
Esperam a centelha de coragem, a fagulha de esperança...
Para seguir seu caminho.
Acolho estes sonhadores com especial carinho.
Eu bem sei o valor de trilhar um caminho próprio, diferente de todos os outros.
Sei bem que a estrada conhecida tem muito mais advogados.
Todos desejosos de nos fazer o bem, de nos proteger.

Vejo meus sonhadores dilacerados entres lealdades e a dúvida, a tão lancinante dúvida:Posso tentar meu sonho?
Sempre, acredito. Com todas as forças de meu coração.
Nem todos os sonhos durarão anos. Talvez não durem meses.
Todos exigem seu preço.  Sacrifício financeiro, esforço, persistência.
Até mesmo a solidão.
Quando um sonhador toma coragem e alça suas asas, aterroriza os que só conhecem o chão.
É muito alto, dirão.
É muito longe.
É perigoso.
É tudo isso é verdade.
Podemos nos espatifar, se não cuidarmos do voo, não calcularmos riscos, não tivermos um plano para o sustento.
Mas o sonhar responsável vale a pena.
Cada lufada de ar fresco revigora nosso corpo e nossa alma.
Somos mais vivos, mais inteiros, mais nós mesmos.
Se vivemos nosso sonho.
E mesmo se este sonho morre ou murcha, é como um amor bem vivido.  As memórias e as experiências ficarão.
Terreno fértil para o próximo sonho.
Não há garantias nem facilidades.
Há que despertar nosso herói interior, acender nosso propósito.
Mas não é preciso sonhar só.
A isso dedico a minha vida.
Somos poucos, mas estamos nos reunindo.
Sonhadores do mundo, contem comigo.
Sonhemos juntos para que o trabalho seja menos penoso e os tropeços, menos doídos.
Sonhemos muito e com o peito inteiro.
Se tudo falhar, ao menos tentamos.
Ninguém pode nos tirar isso.

Marcadores: ,