Poema para Carol

Eu sou filha da terra
Eu sou filha do mar
Eu sou filha do fogo
Eu sou filha do ar

Dela brotam caminhos
para em meus peixes nadar
Dele rompem centelhas
que me deixam voar

Eu sou filha dos sonhos
que ainda estou a gestar
Eu sou mãe de um destino
que procuro criar

Me abraço com a vida
Espaço de (en)cantar

Marcadores: ,