Tudo aquilo que não falta

São momentos de gravidade. Pessoas queridas sofreram imensas perdas.
Eu também.
Mas aprendi: não sou perfeita, porém posso escolher quais lados de mim cultivar.
Escolho a gratidão.
Inundo-me com o tudo que  tenho.
A saúde que tenho.
Pai e mães vivos.
Não viver em meio a guerras.
Estar em bons termos com todos os irmãos.
Ter um grande amor.
Experimentar uma maternidade plena de significado e ternura.
Trabalhar com o que quero, do jeito que escolhi.
Criar muito, fazer a diferença no mundo.

Asako Eguchi


Há gramas faiscando verdes por aí, já andei olhando.
Hoje não.
Minha grama é verde o suficiente, mais até.
É tentador reclamar, encolher-se, blasfemar.
Eu não quero.

Tudo o que não me falta faz-se presente.
Tudo o que já tive o que tenho o que terei.
Tudo é tanto, meu peito canta, meus olhos brilham.

São tempos difíceis, travessia de águas salgadas.
Não me importo.
O tanto que tenho preenche meus vazios, aquece meus invernos, ensolara meu  coração.
Tudo aquilo que não me falta me abraça agora.
Nada que me falta é relevante esta noite.

Marcadores: