Pequenos Sinais

Muitos dos milagres que buscamos todos os dias não são grandiosos.
Pelo contrário. A soma de pequenos "acasos" é o verdadeiro tesouro da vida.
Por vezes são tão minúsculos que nos passam desapercebidos.
A sorte de um encontro auspicioso. A porta aberta quando mais precisávamos. O quase acidente que não se concretizou.
Uma inspiração bem aproveitada.  Um auxílio luxuoso inesperado.
Todos os dias recebemos estes presentes. Nem sempre os aproveitamos.
Distraídos por nossas grandes dificuldades ou sonhos desmedidos, passamos por cima daquilo que foi a origem de muito, muito mais do que esperávamos.
Tantas vezes dei-me conta que a soma de pequenos atos de amor e eventuais momentos de sorte criaram grandes movimentos na minha vida.

Assim conheci meu marido.  Amigo de amigo, tocador de violão. Eu tinha uma viagem com a turma e me lembrei que seria apropriado ter um músico no grupo. Insisti, na maior inocência, que o amigo em comum o convidasse. Desde então, estamos juntos.

Ou ainda o percurso para começar um processo de coaching sem muita iniciativa de minha parte, na última corporação em que trabalhei. Movimento que gerou uma onda muito, muito maior, que culmina na minha própria formação como coach!

Pequenos sinais de fumaça que tive a sorte, intuição ou bom senso de abraçar.
Assim, com assombro e gratidão, conheci o amor de minha vida e minha vocação.

Sinto que o grande desafio de nossa caminhada é seguir atento aos pequenos sinais do mundo ao nosso redor. Estas pistas valiosas, migalhas, pedrinhas diminutas vão se avolumando no fluxo da vida e fazendo nosso destino.

Nossas escolhas desenham contorno para esta estrada. Mas estes improváveis encontros e discretos milagres o pavimentam...

Marcadores: ,