Guarde um pouco para si mesma

Vim fazer um retiro espiritual, recarregar energias no Workshop dos Sonhos de Adriana Ferreira.
Cheguei exausta, numa nuvem de cansaço, sentimentos velhos e ansiedade.
Aos poucos, fui me reencontrando.
A terra curativa do Matutu me ajudou a estar mais presente, ouvir mais o meu corpo.
Logo, já estava saltitante, oferecendo-me inteira para os parceiros de jornada.
Meus ouvidos, minhas palavras, meu abraço quentinho. Tudo estava ali, à disposição.
Adriana me conhece.  Passou por mim e disse muito séria: “guarde um pouco para si mesma”.
Ouvi. Estou ouvindo.
Tantas vezes, me recuperei e cuidei tão somente o pouco preciso para mergulhar num novo turbilhão de demandas alheias.
Preciso guardar. Guardar-me.
O corpo não é tão jovem.  E tenho milhas a trilhar.
Sinto que cada vez mais forte emito a mensagem: “eu ajudo pessoas”.
Elas virão. Quero que venham.
Mas preciso guardar um pouco para mim.
Agora, no silêncio e solidão do meu quarto, escrevo estas palavras com gratidão.
Pertinho pululam corações curiosos, em breve partilharemos sonhos e soluços.
Agora, por agora, estou aqui comigo.
Guardando um pouco para mim.