Fase de muda

Um grande amigo andou preocupado. "Seus textos andam meio tristinhos".
Fiquei intrigada e fui reler o que andei escrevendo aqui.
Entendi um pouco a aflição do meu querido.
Estou mudando.
Nos primeiros anos de Viver Mais Simples, eu andava bem leve. Tanto que emagreci 20 quilos...
O tempo passou e as preocupações da vida vieram me assombrar: sustentar-me, não ter que voltar atrás, seguir arriscando-me nesta estrada.

Que bom, os frutos também começaram a brotar: o novo trabalho multiplicando-se em volume e qualidade. A vocação mais forte e transparente. O reconhecimento de um lugar único no mundo aquecendo os dias mais frios.

Houveram bons e maus momentos. Separei-me, perdi pessoas muito queridas.Recasei-me.  Conheci amigos de todo o tipo e tamanho.  Vejo meus filhos crescerem incríveis, beneficiando-se dos meus erros e aprendizados.

Experimentei muito, apostei alto, às vezes (não muitas) perdi.
Engordei de novo e retomei alguns maus hábitos de workaholic.
Exercitei meu espírito de formas nunca antes imaginadas. Minha fé fortaleceu-se. Um olhar mais sóbrio sobre o mundo também.

Enfim, entre altos altos e baixos baixos, construí uma Leticia diferente, mais consciente, mais forte e menos ingênua.
Mas também, por vezes, mais séria. Até séria-triste, por que não?
Mixed Feelings by Fumiko Toda

Estou mudando.
Antes eu era sempre uma usina disponível de energia e otimista incorrigível.
Agora, busco focar mais, eleger mais.
É necessário. O trabalho, a vida, minhas escolhas demandam muito de mim.

Nunca estive tão certa de que este caminho escolhido é exatamente o que preciso trilhar. Mas nunca estive tão consciente de que esta estrada requer mais do que coragem. Requer um ritmo sustentável, um corpo são, uma sabedoria.

Para alcançá-las, tento coisas inéditas e difíceis. Recolher-me. Dizer não. Afastar-me da doce embriaguez de estar envolta e misturada nas tantas pessoas que amo.

Não, amigo, não estou triste. Estou concentrada (e um pouco cansada, é verdade).
Estou mudando e talvez a fotografia que aparece é aquela meio lagarta, meio borboleta, , meio gosma. Um pouco irreconhecível.
Mas sou borboleta, pode acreditar.
E já já , espraiarei estas renovadas asas ao sol..