O que importa

Andei chateando-me com mesquinharias.
Hoje desperto com a aguda consciência disto ser desperdício.

Afinal, aprendi com uma grande amiga:

"Só três coisas me preocupam de verdade: a loucura, a doença e a morte".




Para quê perder  tempo com o resto?
Ciúme, inveja, máscaras?
Melhor perdoar e seguir adiante.
A vida é tão curta e há tanta travessia.
É duro o suficiente manter foco entre tanta distração.

O tempo é escasso. A vida urge.
Urge coragens, amor, generosidade.

Hoje é seis de maio de 2015, faz um ano da morte de meu tio Márcio.
Hoje completo a frase de minha amiga, sua filha:

Há três coisas com que vale a pena se ocupar: o amor genuíno, a vontade de melhorar o mundo e a coragem de ser quem a gente realmente é.

E disso meu tio Márcio se ocupou durante toda sua vida. Não me esquecerei.