O sonho aterrissado

Quando sonhamos algo, é tempo de espera.
Como será este filho? Este casamento? Este novo trabalho?
Como será mudar, criar, viver?
Assim gestamos o sonho. Com esperanças amadurecendo até que virem fruto.
Meu sonho-livro amadureceu e agora é fruta madura.
Foto:Fernando Siqueira

Aos poucos, me diz ao que veio.
Um depoimento emocionado aqui e ali.
O pai dizendo "cuidado, meu coração é fraco".
O cheiro de papel, o vermelho-coração dormindo em caixas para, aos poucos, voar para mãos amigas.
O encher a boca para falar "meu livro".
A gratidão pela vida vivida que inspirou versos.
O reencontro com a poesia.
O frio na barriga. Será que virão? Será que gostarão do que escrevi?
Singela Biografia Poética foi a aposta mais ousada de meus últimos tempos.
Estava com saudades de sentir um tanto de medo...
A cada travessia, um sorriso por dentro.
A coragem acesa baila.
Dispus minhas vísceras assim, publicamente. E sigo inteira, mais inteira do que nunca.


O lançamento carioca de "Singela Biografia Poética" é nesta quinta-feira, 10/9.
Espero vocês de peito aberto e alegria por toda parte.
Escrever é viver, cada dia descubro.