Afinal, o que é o Voe?

Imagem: Lucrécio Brasil
Tenho ouvido bastante esta pergunta.
Não me espanto. Há uma certa complexidade nas minhas invenções, o Voe não é exceção.
Então deixemos de lado o excesso de poesia e vamos explicar o para quê, para quem e como do Voe.

Nestes seis anos de Viver Mais Simples, aprendi o quanto é valioso viver uma vida que faça sentido, com realizações palpáveis.

Vi também os desafios comuns para construir esta vida:  medo de faltar dinheiro, "falta de tempo", necessidade de foco, falta de coragem em geral.

Duas forças operam contra o otimismo e a vontade de fazer diferente:

1) O fora: o Status Quo, a inércia do que já é, as vozes desanimadoras que falam: "é impossível", "é difícil", "você nunca fez isso", "você não tem a competência, condição, etc"

2) O dentro: Falta de autoconfiança. Medo do dinheiro faltar,  estar moído pela correria dos dias. Cansaço que, às vezes, nem  sabemos de onde vem.

O caminho requer disciplina e esforço: construir foco, resiliência, coragem. Persistir contra a opinião alheia. Sentir-se um traidor das normas,  do mundo conhecido.

Pensei no Voe como um espaço e tempo para quem quer transformar algo e está afogado nesta corrente do contra.

Em resumo, o Voe  acontece através de eventos para ajudar pessoas que querem mudar algo em suas vidas. Seja no campo do relacionamento, seja no campo profissional. 

Encontros devotados ao despertar de uma maior consciência sobre nossas fortalezas pessoais, nossas habilidades profissionais ou não. Tudo isso ancorado num grupo de facilitadores amorosos e experientes, para que a jornada seja um pouco mais mansa. E com um plano de ação no final, para que a experiência finque raízes na vida cotidiana.

A forma de fazer é através de palestras, práticas e dinâmicas, além de diversas atividades em grupo, para forjar uma comunidade de apoio.

Nossos pilares são Inspiração, Expressão e Realização. Para cada um encontrar insights mobilizadores, praticar sua voz interna através da arte e criar um plano para a transformação acontecer.

Já fizemos dois "Mini-Voes": experiências de uma manhã, misturando atividades diferentes e gente diversa. Foi muito forte, por isso queremos continuar.

O próximo passo é uma grande ousadia: um evento de dois dias em São Paulo, da manhã até a noite.
Vinte "impulsionadores de voo". Uma estrutura de coffee breaks, almoço, show.

Revisamos o preço, para estimular a coragem em tempos de incerteza.
Temos  dez bolsas para quem não pode pagar, mediante avaliação de nosso time.

Assim, com muita coragem e criatividade, eu e 19 impulsionadores estamos construindo esta nova plataforma para quem quer ser mais realizado com sua vida e viver mais todos seus talentos.

Voa com a gente?

Inscrições Voe AQUI.
Inscrição para ser um "Free Bird" (apenas 10 vagas): AQUI
Conheça mais do Voe no nosso site, AQUI.
Saiba quem são os Impulsionadores do Voe: AQUI.